Termos do Mercado

 É importante estar familiarizado com os termos e jargões mais frequentes. Aqui estão os 10 termos mais comuns e sua relevância no mercado atual:

IPO (Oferta Pública Inicial) - é uma oferta inicial de ações de uma empresa ao público. Em 2020, os IPOs atingiram um recorde de US$ 174 bilhões nos EUA, de acordo com a Renaissance Capital.

ETF (Exchange-Traded Fund) - é um fundo de investimento negociado em bolsa de valores, que segue um índice de mercado. Em 2020, os ETFs atingiram um recorde de US$ 7 trilhões em ativos globais, de acordo com a Bloomberg.

Bull Market - é um mercado em alta, com aumento dos preços das ações. Desde o mínimo de março de 2020, o S&P 500 subiu mais de 80%, de acordo com a CNBC.

Bear Market - é um mercado em baixa, com queda dos preços das ações. Em 2020, a pandemia de COVID-19 levou a uma queda de mais de 30% no S&P 500, de acordo com a CNN Business.

Blue Chip - é uma empresa de grande porte, com histórico de lucros obtidos e dividendos consistentes. Exemplos incluem Apple e Microsoft.

Dividendo - é uma parcela dos lucros de uma empresa que é distribuída aos acionistas. Em 2020, as empresas do S&P 500 pagaram um total de US$ 58,28 por ação em dividendos, de acordo com a S&P Global.

Volatilidade - é a medida da variação dos preços das ações. Em 2020, a volatilidade aumentou significativamente devido à pandemia de COVID-19, de acordo com a Reuters.

Hedge Fund - é um fundo de investimento privado que utiliza estratégias avançadas para obter retornos acima da média do mercado. Em 2020, os fundos de hedge tiveram um desempenho misto, com alguns fundos obtendo grandes ganhos e outros sofridos grandes perdas, de acordo com a Forbes.

Short Selling - é uma venda de ações emprestadas, com a expectativa de que o preço das ações caia, permitindo que o investidor recompre as ações a um preço mais baixo e obtenha lucro. Em 2020, a GameStop se tornou um exemplo notável de venda a descoberto, com um grupo de investidores de varejo fazendo um esforço para aumentar o preço das ações e prejudicar os investidores que apostavam na queda dos preços, de acordo com a CNBC.

Derivativos - são instrumentos financeiros que derivam do seu valor de outro ativo financeiro. Em 2020, os derivativos foram amplamente utilizados para proteção contra a volatilidade do mercado, de acordo com a Investopedia.

É importante estar familiarizado com esses termos e jargões para entender o mercado financeiro e tomar decisões informadas de investimento.